quinta-feira, 8 de setembro de 2011

B10- Night's Dark Terror

Este módulo foi escrito em 1986 por uma equipe de autores ingleses (Jim Bramba, Graeme Morris e Phil Gallagher), na filial britânica da TSR. Originalmente, o código do produto seria “B/X1”, pois se tratava de uma passagem entre o D&D Basic de 83 (que abrange os níveis 1-3) para o D&D Expert do mesmo ano (níveis 4-14). Contudo, a decisão da TSR americana pesava mais, e o código passou a ser “B10”.



Ambientado em Karameikos, o módulo B10 traz uma boa mistura de aventura em dungeon e ao ar livre. Aliás, um dos grandes “upgrades” do D&D Expert em relação ao seu antecessor é o detalhamento no que diz respeito às aventuras em áreas selvagens, inóspitas, e principalmente, “fora da dungeon”. Night’s Dark Terror (NDT daqui pra frente) acompanha muito bem essa proposta, começando logo com uma missão onde goblins estão sitiando uma cidade, e trás informações sobre os lados envolvidos (quantidade, força, o que farão em dado momento, etc).



A partir daí, existem mais oportunidade de aventura no ermo, e logo o grupo se vê enfrentando membros do Iron Ring, uma organização de traficantes de escravos.

Este módulo também é uma boa fonte de informação sobre a cidade de Threshold, vales perdidos e ruínas; muito do que pode ser adaptado para qualquer cenário e campanha de RPG (gostei muito do uso dos Hatuaakan, os “homens chacal” no módulo).



Em mais de 50 páginas de aventura e 120 marcadores destacáveis (para o cerco), NDT é uma daquelas pérolas desvalorizadas, talvez pela baixa tiragem ou até mesmo por ser da TSR UK. Talvez, por ter sido um ano de muitos lançamentos importantes como Queen of the Spiders, a série Bloodstone ou até mesmo as aventuras de Dragonlance e o cenário de Forgotten Realms no ano seguinte.

De um modo ou de outro, é um excelente módulo, do tipo que você consegue dar uma “base de operações” para os jogadores e uma porção de aventuras nos arredores. Mesmo após “resolver a aventura”, o DM tem bastante material para trabalhar, ainda mais usando os respectivos suplementos de Mystara.

Um comentário:

  1. Esse é o meu tipo favorito de aventura, vou dar uma confirida.

    ResponderExcluir