terça-feira, 2 de agosto de 2016

"Vocês são atacados por um...bacon!"

Que o D&D tem monstro esquisito pra caramba, já sabemos. Terreno fértil para a criação, o RPG muitas vezes é levado a sério demais,  e nada como uns monstros cômicos para quebrar esse "jeito certo" de fazer as coisas.

Os anos 80 foram provavelmente os mais legais de todos, e também, lar de grandes bizarrices. O material da Judges Guild hora é bom, com clássicos como Dark Tower e Caverns of Thracia, e hora é pra morrer.


Em 1982, o livro Field Guide to Encounters via a luz na casa dos jogadores, com seus anunciados "mais de 600 monstros novos", retirados da literatura, de suas campanhas e de lugares estranhos do imaginário humano. O autor do livro (em dois volumes, com 112 e 96 páginas), um grupo de jogadores de Ohio, assina como "Dragon's Bytes", responsável pelos dois volumes da série.

O que poderia dar errado? Regras para personagens super poderosos, monstros retirados da livros de Lin Carter, quase 200 raças novas....tudo para "sistemas genéricos" de fantasia medieval.

Bom, o resultado não bem positivo. com um encalhe de aproximadamente 1500 cópias lacradas na casa de Bob Bledsaw, um dos criadores da Judges Guild.



Já da pra jogar "Hora de Aventura"


Para outra resenha, e mais fotos de criaturas inusitadas, visite o blog Yore.

Um comentário:

  1. A cara de "o que estou fazendo aqui?" da torrada é a melhor coisa que vi hoje XD

    ResponderExcluir